sábado, 1 de julho de 2017

Sorri....



Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz

Charles Chaplin / G. Parsons / J. Turner - Vs. Braguinha




Foto - Meu Jardim

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Pelos caminhos....


"Pelos caminhos da noite
Em vão busco a mim mesmo
Dentro deste que hoje sou.
Entre espinhos, que ora vejo
à beira desta longa estrada
de rosas outrora enfeitada...
Neste caminho tristonho
povoado de vultos estranhos
embalde procuro minha sombra
naquele que um dia fui
neste que não sou mais..."
Benevides Garcia




Foto - Serra da Bocaina/Bananal,SP

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Silêncio....


Silêncio, nostalgia...
Hora morta, desfolhada,
sem dor, sem alegria,
pelo tempo abandonada.

Luz de Outono, fria, fria...
Hora inútil e sombria
de abandono.
Não sei se é tédio, sono,
silêncio ou nostalgia.

Interminável dia
de indizíveis cansaços,
de funda melancolia.
Sem rumo para os meus passos,
para que servem meus braços,
nesta hora fria, fria?

Fernanda de Castro, in "Trinta e Nove Poemas"






Foto - Porto/PT